Back to top
Mensagem anónima deixada no para-brisas do carro da enfermeira Camille Ruiz, em Valença, em Espanha, no final de março de 2020

Mesmo como heróis ou santos, os trabalhadores do setor da saúde foram também alvo de receio e desconfiança. Em vários países europeus, os meios de comunicação social relataram atos de discriminação ou agressão perpetrados contra o pessoal médico, por exemplo por vizinhos que receavam ser infetados. Felizmente, esses atos foram, com frequência, contrabalançados por testemunhos de apoio e solidariedade.

Doada à Casa da História Europeia, Bruxelas.