Back to top

COMUNICADOS DE IMPRENSA

«Falso ou Verdadeiro» – A Casa da História Europeia inaugura uma nova exposição temporária

24 Out 2020

A Casa da História Europeia no Parque Léopold de Bruxelas abre as suas portas a uma nova exposição temporária, «Falso ou Verdadeiro - História da Falsificação», no dia 24 de outubro de 2020. Ao explorarem o mundo fascinante das falsificações, imitações e falsidades, os visitantes serão conduzidos ao longo de uma narrativa dramática, desde a Antiguidade aos nossos dias.

Uma exibição artística de espelhos à entrada e um percurso labiríntico através dos expositores estabelece, de imediato, o tom para a visita - como descobrimos ou contornamos a verdade? Como utilizamos a ilusão? Os visitantes são convidados a refletir sobre a forma como as falsidades são contadas e para que fins. Joanna Urbanek, curadora da exposição, explica: «Temos de estar cientes de que, por vezes, queremos ser enganados, transcender a nossa vida quotidiana, sonhar acordados. É humano aceitar determinadas falsificações. No entanto, esta inclinação pode ser explorada e as consequências são enormes.»

Incluindo seis temas num formato cronológico, a exposição apresenta uma preciosa exibição de mais de 200 artefactos notáveis de toda a Europa. Abrangente, cada um conta uma história convincente de falsificação e fraude - dos registos apagados dos emperadores romanos, das biografias manipuladas dos santos medievais, das histórias de viagens que nunca se realizaram a um exército falso utilizado pelos Aliados na Segunda Guerra Mundial. Incluem também documentos de importância crítica na nossa História como a Doação de Constantino e as cartas utilizadas para acusar Dreyfus, que ilustram a forma como as emoções e as convicções pessoais podem afetar a forma como queremos compreender o mundo ou apresentá-lo de forma deliberadamente errada.

A comunicação sobre a COVID-19 e a desinformação em torno da mesma são igualmente analisadas nesta exposição atual e atualizada. A «desinfodemia» lembra, oportunamente, que as verdades e as falsidades estão sempre a circular e que o pensamento crítico e a ação cívica são guardiões valiosos contra a fraude. A última secção da exposição, intitulada «Era da Pós-Verdade?», é um espaço interativo, recheado de jogos e vídeos, em que os visitantes podem tornar-se verificadores dos factos, decidir o que é publicado e jogar com uma «bolha de filtro» inovadora que explora a forma como as redes sociais funcionam.

Viagem teatral através dos motivos, do impacto e da denúncia de falsificações, trata-se de uma exposição cativante que ilumina o nosso passado, presente e futuro, em toda a sua complexidade e contradições. Decorre de 24 de outubro de 2020 a 31 de outubro de 2021, na Casa da História Europeia, r. Belliard, n.º 135, Bruxelas.